Skip to content

Renavam com Desconto? Saiba Mais!





Se você tem dúvidas a respeito do que é RENAVAM e como usar esse número para ter desconto em pagamentos de impostos como o IPVA e o DPVAT, por exemplo, esse artigo foi escrito especialmente para você.

Aqui explicaremos quais são os casos em que pode haver desconto no IPVA, mostrando também a tabela de pagamento desse imposto para o ano de 2020.




Também contaremos tudo sobre os casos em que é possível obter a isenção de pagamento desse imposto e como consultar o RENAVAM.

Não perca!

Desconto Renavam 2019
Desconto Renavam 2019

Renavam Com Desconto, Como Obter?





O RENAVAM é um documento de identificação intransferível de um automóvel. Por meio dele, é possível saber de tudo sobre o veículo, desde a sua fabricação até seu desmonte.

Por meio do número do RENAVAM é que se tem acesso a informações a respeito do emplacamento, licenciamento, mudanças de proprietário, multas recebidas e até furtos ou outros incidentes pelos quais o automóvel pode ter sido submetido durante seu tempo de vida.

Também é com o número do RENAVAM que se obtêm informações sobre as pendências que o carro ou moto pode ter, como impostos atrasados ou não.

Um dos impostos que precisa ser pago quando se é proprietário de um veículo é o IPVA

Para pagar o IPVA, o proprietário precisa saber o número do RENAVAM e, dependendo da data em que escolher efetuar o pagamento e em quantas vezes decidir parcelar, pode obter um desconto.

Para saber as regras sobre esse desconto, continue lendo o artigo!

Como Puxar Renavam?

A consulta do RENAVAM pode ser realizada através do site do DETRAN do estado em que o automóvel foi registrado ou através do link a seguir: https://sso.acesso.gov.br/login?client_id=scp.brasilcidadao.gov.br

Regras Para Renavam Com Desconto?

Os descontos e formas de pagamento variam de acordo com o estado em que o veículo está registrado, por isso tomaremos como exemplo aqui o IPVA de 2020 do estado de São Paulo, que conta com as taxas mais altas de todo o país.

O desconto, nesse caso, ocorre apenas se o proprietário decidir efetuar o pagamento de uma vez, sem dividir em três parcelas como é permitido é fazer também. 

Renavam Com Desconto

Há também os casos de isenção de pagamento do IPVA, ainda que diversas pessoas sequer saibam que estão isentas de pagar o imposto. 

A isenção se dá, por exemplo, quando um veículo chega a um certo tempo de uso, contado a partir da sua data de fabricação. 

Os parâmetros variam de acordo com o estado, porém há estados, como Acre, Goiás, Roraima e Rio Grande do Norte em que com 10 anos de fabricação um carro ou moto já não precisa mais pagar o IPVA.

Em São Paulo e no Rio Grande do Sul, porém, esses parâmetros são mais rígidos e a isenção só passa a ocorrer depois de 20 anos de fabricação do automóvel.

Também há doenças que liberam o proprietário do automóvel de pagar esse imposto. 

São elas: 

  • Casos de amputação;
  • Artrodrese;
  • Artrite; Artrogripose
  • Câncer de Próstata Pós Cirúrgico;
  • Cardiopatias;
  • Cirurgia da Coluna;
  • Cirurgia de Joelho;
  • Cirurgia de Punho;
  • Cirurgia e/ou Lesão de Ombro;
  • Condromalácia Patelar;
  • Deficiência Mental;
  • Deficiência Visual;
  • Doença de Parkinson;
  • Encurtamento de Membros;
  • Esclerose Múltipla;
  • Escoliose; Acentuada;
  • Espondilite Anquilosaste;
  • Estomias; Hérnia de Disco;
  • Insuficiência Renal;
  • Lesão por Esforço Repetitivo (LER);
  • Má Formação;
  • Mastectomia;
  • Nanismo;
  • Neuropatias Diabéticas;
  • Ostomia;
  • Paralisia;
  • Paralisia Cerebral;
  • Poliomielite;
  • Problemas Graves na Coluna;
  • Prótese de Fêmur;
  • Prótese Interna ou Externa;
  • Quadrantectomia; HIV;
  • Síndrome do Túnel do Carpo;
  • Tendinite Crônica;
  • Tetraparesia;
  • Tetraplegia e ainda outras.

Qual o Valor do Desconto do Renavam 2019?

O valor do desconto, como mencionado anteriormente, varia de acordo com a forma de pagamento e o estado em que o automóvel está registrado, mas pode chegar a até 15%.

O que você achou deste conteúdo? Para saber ainda mais acesse os outros artigos do blog → Consulta Renavam e assista ao vídeo a seguir!